ARS Geologia Ltda DIAGNÓSTICOS E SOLUÇÕES
 
SOBRE ÁREAS DE ATUAÇÃO MÉTODO DE TRABALHO ARTIGOS LIVROS CLIENTES CONTATO

Livros

LIVRO: GEOLOGIA DE ENGENHARIA: CONCEITOS, MÉTODO E PRÁTICA
Autor: Geólogo Álvaro Rodrigues dos Santos
Editora: O Nome da Rosa




A P R E S E N T A Ç Ã O

Apesar da rica experiência prática acumulada, que a colocou reconhecidamente ao nível do que melhor se faz internacionalmente nesse campo técnico, falta ainda à Geologia de Engenharia brasileira uma abordagem teórica mais aprofundada, que lhe propicie a adoção mais generalizada e consolidada de um necessário método científico de trabalho.

Está justamente nessa esfera metodológica o objetivo principal desse livro: reforçar a essencialidade, para o bom exercício da GE, de seu entendimento e assunção enquanto uma Geociência Aplicada, ou seja, de sua umbilical vinculação ao universo científico da Geologia, e da observância de um explícito método de trabalho.

Em suma, esse livro cuida especialmente da atitude científica e profissional do geólogo de engenharia diante dos problemas práticos que lhe são colocados no exercício de sua atividade profissional.

Dentro desse propósito, o Capítulo I estabelece uma proposta de fundamentação filosófica e metodológica para a GE brasileira, e o Capítulo II apresenta uma coleção de casos brasileiros reais de aplicação da geologia de engenharia, todos expostos segundo a sequência
metodológica proposta no capítulo anterior.

Em relação à segunda edição, essa terceira atualiza informações, inclui novos textos, em especial sobre o trabalho comum entre geólogos de engenharia e engenheiros geotécnicos, e uma análise crítica da Geologia de Engenharia brasileira ao longo de seu início até os dias atuais, e acrescenta ao Capítulo II mais quatro casos de aplicação, totalizando 30 casos descritos no livro.


S U M Á R I O

Capítulo I - Geologia de Engenharia: o que é, como trabalha

  1. Essência e posicionamento conceitual
    1. A Geologia de Engenharia vê o homem como agente geológico
  2. Posicionamento disciplinar
  3. Base disciplinar de apoio
  4. Campos profissionais de aplicação
  5. Fundamentos filosóficos
  6. Método de trabalho
    1. O cuidado maior da Geologia de Engenharia
    2. O método e as etapas de trabalho
    3. O método das Hipóteses Progressivas
  7. Os três postulados sagrados da Geologia de Engenharia
  8. 8 A indispensável necessidade de uma completa integração entre a Geologia de Engenharia e a Engenharia Geotécnica
  9. Evolução no Brasil
  10. A Geologia de Engenharia brasileira – uma avaliação crítica. Tendências
  11. Bibliografia referente ao Capítulo I

Capítulo II - Trinta casos reais brasileiros

1 Introdução

2 Relação dos trinta casos reais brasileiros

CASO 1 - Condicionantes geológico-geotécnicos na escolha do eixo e no tratamento das fundações da Barragem de Barra Bonita, Rio Tietê, SP. RELATORES: Antônio Marrano e Murillo Dondici Ruiz

CASO 2 - A Geologia de Engenharia na definição do método de lavra e do sistema de estabilização do maciço na mina de zinco do Morro da Usina, MG. RELATORES: Fábio Soares Magalhães e Paulo Roberto Costa Cella

CASO 3 - Plano Preventivo de Defesa Civil (PPDC) para escorregamentos no trecho paulista da Serra do Mar, SP. RELATORES: Leandro E. S. Cerri, Eduardo Soares de Macedo, Agostinho Tadashi Ogura e Jair Santoro

CASO 4 - Escorregamento de talude de corte na Rodovia Washington Luiz (SP- 310). RELATORES: Álvaro Rodrigues dos Santos e Eraldo Luporini Pastore

CASO 5 – Reabilitação de uma boçoroca em Contagem, MG. Relator: Edézio Teixeira de Carvalho

CASO 6 – Alterabilidade de basaltos em obras de engenharia, SP. Relator: Ely Borges Frazão

CASO 7 – Colapso e subsidência de origem cárstica na área urbana de Cajamar, SP. Relatores: Waldir Lopes Ponçano e Álvaro Rodrigues dos Santos

CASO 8 – O reparo do sistema de túneis da UHE de Sá Carvalho – Acesita, Timóteo, MG. Relatores: Alberto Coppedê Jr., José Carlos Virgili e Luiz Massaiosi Ojima

CASO 9 – Escolha de locais de lançamento de material dragado em mar aberto, Porto de Santos, SP. Relatores: Waldir Lopes Ponçano e Sérgio Luís Pompéia

CASO 10 – A escolha de agregado para concreto na construção da Barragem de Jupiá, Rio Paraná, SP/MS. Relatores: Antônio Marrano e Murillo Dondici Ruiz

CASO 11 – Erosão e assoreamento x enchentes na Região Metropolitana de São Paulo. Relator: Álvaro Rodrigues dos Santos

CASO 12 – Condicionantes hidrogeotécnicos no desmonte da “rolha” no Reservatório de Pirapora, Rio Tietê, SP. Relatores: Eda F. Quadros e Diogo Correa Filho

CASO 13 – Alteração do traçado da Rodovia dos Imigrantes na Serra do Mar devido a Corpos de Tálus, SP. Relator: Luíz Ferreira Vaz

CASO 14 – Elevação do lençol freático em área urbana como consequência do enchimento do Reservatório da Barragem de Três Irmãos, SP. Relator: José Luiz Albuquerque Filho

CASO 15 – Carta geotécnica dos morros de Santos e São Vicente, SP. Relatores: Álvaro Rodrigues dos Santos e Waldir Lopes Ponçano

CASO 16 – Problemas geotécnicos na exploração do aquífero “Karst” para abastecimento da Região Metropolitana de Curitiba, PR. Relator: José Antônio Urroz Lopes

CASO 17 – Túneis em maciços rochosos com tensões residuais elevadas: Usina Hidrelétrica Itá, SC. Relatores: Nelson Infanti Jr. e Luiz Alberto Minicucci

CASO 18 – Análise de Geologia de Engenharia na avaliação de impacto ambiental do aterro sanitário de Santos, SP. Relatores: Marcos Antônio Mattiusso Marques e Nilton Fornasari Filho

CASO 19 – Instabilização no talude de corte da FEPASA sob o viaduto da Rodovia Porto Ferrão – Ribeirão Preto (SP-333). Relatores: Álvaro Rodrigues dos Santos e Eraldo Luporini Pastore

CASO 20 – Escorregamentos na Serra do Mar. Relator: Álvaro Rodrigues dos Santos

CASO 21 – Fundações da barragem de concreto da Usina Hidrelétrica de Serra do Facão. Relator: Ricardo Antônio Abrahão

CASO 22 – A tragédia geológico-geotécnica da zona de expansão urbana da metrópole paulistana. O caso da sub-bacia do Pau d’Alho. Relator: Álvaro Rodrigues dos Santos

CASO 23 – Escorregamento em área urbana: o caso do bairro Jardim Alvorada, Ouro Preto, MG. Relator: Frederico Garcia Sobreira

CASO 24 – Supervisão ambiental em grandes obras. O caso do controle de erosão e assoreamento no Rodoanel Mário Covas, São Paulo, SP. Relator: Fernando Kertzman

CASO 25 – Criação da APA Cabuçu–Tanque Grande como prevenção de danos ambientais à Serra da Cantareira, Guarulhos, SP. Relatores: Antônio Manoel dos Santos Oliveira e Márcio Roberto Magalhães de Andrade

CASO 26 – Cal-jet: técnica de proteção de taludes contra a erosão. Relator: Álvaro Rodrigues dos Santos

CASO 27 – Condicionantes geológicos na concepção e tratamento das fundações de edifício corporativo. Relatores: Álvaro Rodrigues dos Santos e Antônio Sérgio Damasco Penna

CASO 28 – A determinação de nascentes exige uma abordagem geológica, geomorfológica e hidrogeológica. Relator: Álvaro Rodrigues dos Santos

CASO 29 – Problemas com o rebaixamento forçado do lençol freático em determinados contextos geológicos urbanos. Relator: Álvaro Rodrigues dos Santos

CASO 30 – Calcários cársticos: áreas de risco para a engenharia. Modelagem geológica e soluções construtivas. Relator: Álvaro Rodrigues dos Santos

Rua Fernando Caldas, 128, Butantã, São Paulo . CEP 05535060 . Tels 11 3722 1455 / 11 99752 6768 . email arsgeologia@gmail.com